Conciliação: o que saber

Conciliação
0 Flares LinkedIn 0 Facebook 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×

Como saber qual solução extrajudicial é melhor para seu problema? Passo um é falar conosco. Passo dois é compreender o que é o que. Por isso, neste post vamos resumir para você pontos importantes da Conciliação. Assim, entender qual é a melhor opção para seu problema fica ainda mais simples.

Como funciona a conciliação?

A conciliação envolve um conciliador independente que facilita a comunicação entre as duas partes em disputa, com o objetivo de chegar a um acordo ou resolução. A Arbitralis oferece um serviço especial de conciliação para litígios trabalhistas

Qual é o procedimento?

Assim que as partes em disputa concordarem com um processo de conciliação, um conciliador independente será nomeado. Eles discutirão as questões e tentarão ajudar as partes a chegarem a um acordo. Muitas vezes o conciliador dá sua própria opinião após avaliar a situação e os diferentes argumentos. Sua opinião pode ajudar a chegar a uma solução ou a uma conclusão para a controvérsia.

É importante observar que o processo de conciliação é totalmente voluntário; um resultado bem-sucedido depende de um acordo mútuo e qualquer uma das partes é livre para desistir em qualquer estágio.

Qual é o papel do conciliador?

Um conciliador não precisa passar por nenhum treinamento específico, mas alguns têm experiência jurídica que pode ser útil em certas disputas. Como é o caso dos conciliadores da Arbitralis, que são especialmente treinados para lidar com disputas das mais diversas áreas.

O trabalho de um conciliador é principalmente facilitar a comunicação entre as partes em disputa e conduzi-las a um acordo. Eles geralmente consideram a posição de cada parte e, ao contrário da mediação, podem oferecer sua opinião quanto aos méritos de cada argumento e recomendar um resultado justo (por exemplo, os termos de qualquer acordo).

Uma decisão é legalmente exeqüível?

Uma vez que o conciliador tenha feito suas recomendações, cabe às partes decidir se concordam com as propostas. As sugestões ou opiniões de um conciliador não podem ser impostas. Se um acordo for alcançado, ele deve ser estabelecido por escrito para ser juridicamente vinculativo.

Qual é a diferença entre mediação, arbitragem e conciliação?

A arbitragem é um tipo mais formal de ADR, com um processo judicial e uma decisão tomada pelo árbitro. A mediação e a conciliação são procedimentos menos formais e centram-se na facilitação da comunicação com vista à resolução de um litígio; a conciliação envolve métodos de avaliação e recomendações, enquanto os mediadores tendem a não fazer propostas de acordo.

Quando a conciliação é apropriada?

A conciliação pode ser usada em várias situações, e é comumente usada em disputas de leis trabalhistas. A Arbitralis presta um serviço de conciliação e pode ajudar empresas que optarem essa solução como parte dos seus procedimentos disciplinares e de conflitos.

Saiba mais aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Flares LinkedIn 0 Facebook 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×