Por que as pequenas empresas fecham?

pequenas empresas fecham
0 Flares LinkedIn 0 Facebook 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×

Administrar uma empresa não é só seguir uma lista de passo a passo e sair para curtir férias nas maldivas; o empreendedorismo é inerentemente arriscado. Os proprietários de negócios bem-sucedidos possuem a capacidade de mitigar riscos específicos e, ao mesmo tempo, levar um produto ou serviço ao mercado a um preço que atenda aos níveis de demanda do seu consumidor. Mas será que é só isso? Afinal, por que pequenas empresas fecham as portas? Descobrir isso fará com que você assegure seu negócio.

Embora haja uma série de pequenas companhias em uma ampla gama de setores que apresentam bom desempenho e são continuamente lucrativas, 20% das pequenas empresas acabam fechando no primeiro ano, 50% vão à falência após cinco anos e apenas 33% chegam a 10 anos ou mais, de acordo com a Small Business Administration (SBA).

Para proteger pequenas empresas, é necessário entender o que pode levar ao fracasso do negócio e como cada obstáculo pode ser gerenciado ou evitado por completo.

Os motivos mais comuns para o fracasso de pequenas empresas incluem falta de capital ou financiamento, retenção de uma equipe administrativa inadequada, uma infraestrutura ou modelo de negócios ineficientes e iniciativas de marketing malsucedidas.

Principais motivos pelos quais pequenas empresas fecham

Dificuldade de controle do capital

A principal razão pela qual as pequenas empresas fecham é a falta de financiamento ou capital de giro. Na maioria dos casos, o proprietário de uma empresa está intimamente ciente de quanto dinheiro é necessário para manter as operações em execução no dia a dia, incluindo o financiamento da folha de pagamento; pagar despesas fixas e variadas, como aluguel e utilidades; e garantir que os fornecedores externos sejam pagos em dia. No entanto, os donos de negócios insolventes estão menos a par com a quantidade de receita gerada pelas vendas de produtos ou serviços. Essa desconexão leva a déficits de financiamento que podem colocar rapidamente uma pequena empresa fora de operação.

Gestão inadequada

Outro motivo comum é a falta de visão de negócios por parte da equipe de gestão ou do proprietário da empresa. Em alguns casos, o dono é a única pessoa de nível sênior dentro de uma empresa, especialmente quando ela está no primeiro ou segundo ano de operação.

Embora o proprietário possa ter as habilidades necessárias para criar e vender um produto ou serviço viável, muitas vezes falta-lhes os atributos de um gerente forte – ou não tem tempo para supervisionar outros funcionários com sucesso. Sem uma equipe de gerenciamento dedicada, o proprietário de uma empresa tem maior potencial para administrar mal certos aspectos da empresa, sejam finanças, contratação ou marketing.

Plano de Negócios inexistente ou ineficiente

As pequenas empresas costumam ignorar a importância de um planejamento de negócios eficaz antes de abrir suas portas. Um plano de negócios sólido deve incluir, no mínimo:

  • Uma descrição clara do negócio
  • Necessidades atuais e futuras dos funcionários e da gestão
  • Oportunidades e ameaças no mercado mais amplo
  • Necessidades de capital, incluindo fluxo de caixa projetado e vários orçamentos
  • Iniciativas de marketing
  • Análise de concorrente

Contratos com pouca segurança jurídica

Realizar negócios é abraçar os riscos. Afinal, é relativamente comum ter problemas com fornecedores, funcionários ou até mesmo clientes. Caso decida-se entrar na justiça por qualquer desavença que ocorra, o proprietário gastará recursos e tempo – muitas vezes isso acaba com uma pequena empresa. Uma solução é colocar cláusulas que prevêem o uso de arbitragem nesses casos. Se quiser saber mais, clique aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

0 Flares LinkedIn 0 Facebook 0 Email -- Filament.io 0 Flares ×